Projetos

Projetos

Arrow
Arrow
Slider

Ao iniciar um projeto, é de fundamental importância ter uma abordagem compreensiva e multidisciplinar com todos os envolvidos: clientes, pesquisadores, engenheiros, manutenção, etc.

Atualmente as palavras-chave em um laboratório são flexibilidade, modernidade, versatilidade e funcionalidade, sempre buscando a qualidade e segurança. Uma preocupação que se deve ter em mente é a versatilidade: hoje, algumas técnicas evoluem rapidamente, sendo necessário permitir ajustes e adaptações, sem transtorno para o usuário ou para as análises em andamento.

A partir de um bom projeto conceitual, as demais etapas irão fluir naturalmente. Um bom projeto atende o laboratório não só hoje, mas considera demandas futuras.

A experiência em projeto e construção adquirida ao longo de vários anos tornou o Grupo Vidy um player de suma importância na história da indústria de laboratórios do Brasil.

Além de atuar como uma empresa de Arquitetura, Engenharia e Construção de Laboratórios, o Grupo Vidy possui um departamento de engenharia para o desenvolvimento de projetos composta por arquitetos, engenheiros, projetistas e químicos altamente qualificados, sempre em busca de novos materiais e  tecnologias.

Etapas de um Projeto de Laboratório

– Estudo de Viabilidade/Projeto Conceitual;
– Projetos Básicos Arquitetônicos e Complementares;
– Projeto Executivo.

Estudo de Viabilidade/Projeto Conceitual

O Projeto Conceitual deve fornecer os parâmetros gerais do Laboratório para iniciar a engenharia básica. Nesta etapa surge uma excelente oportunidade de verificar a viabilidade técnica e econômica do empreendimento, visto que o layout geral do projeto é determinado.
O produto desta etapa forma um conjunto de definições de parâmetros necessários para elaboração dos projetos de engenharia, definições estas decorrentes das decisões estratégicas e negócios da empresa, sendo:

• O Estudo de Viabilidade/Projeto Executivo visa tanto a tomada de decisão como a sugestão de possíveis alternativas de solução
• Um estudo de viabilidade deve oferecer ao cliente suporte para ajudar a decisão:

– Se o projeto pode ou não ser feito
– Escolha das alternativas entre as possíveis soluções
– A melhor alternativa

• São feitos estudos nas opções identificadas e direcionam o projeto a uma opção, refinar premissas, atualizar os dados econômicos e começar a definição do projeto
• Entregas desta etapa: estudo econômico e financeiro mais detalhado, a engenharia conceitual e um estudo de viabilidade para implantação
• Elaboração do pré-dimensionamento do edifício
• Elaboração do projeto preliminar de arquitetura, contendo a distribuição geral de atividades e tratamento volumétrico/espacial para o conjunto a ser projetado
• Considera no mínimo desenhos de implantação, plantas gerais com layout interno, cortes e imagens 3D do conjunto arquitetônico proposto
• Acompanha memorial embasando as soluções propostas
• Com a definição de um Projeto Conceitual, inicia-se a etapa do Projeto Básico

Projeto Básico

Tem como objetivo desenvolver a engenharia básica, o plano de execução e a estimativa de custo detalhados para a alternativa selecionada na fase anterior.
O Projeto Básico divide-se em duas disciplinas:

Básico Arquitetônico
• Incorporar e consolidar eventuais comentários do cliente sobre o projeto preliminar
• Incorporar e consolidar as demandas e necessidades de espaços físicos para as infraestruturas geradas pelos projetos complementares
• Elaborar o projeto básico arquitetônico com toda distribuição interna e especificações de materiais de acabamento
• Elaborar plantas com locação de todos os equipamentos e pontos de necessidades de energia, dados, utilidades, gases, drenagens, etc.
• Elaborar projeto básico e especificações para mobiliário técnico de laboratório
• Elaborar projeto de rotas e fluxos de materiais, pessoas, etc.
• Elaborar o projeto básico de paisagismo e elementos externos
Básico Complementares
Com os dados de demandas e necessidades definidas no projeto básico de arquitetura, serão elaborados o dimensionamento e os projetos básicos de:

• Instalações hidráulicas e sanitárias, incluindo tratamento de efluentes e reuso
• Instalações de utilidades (gases, ar, águas, etc.)
• Instalações para prevenção e combate a incêndios
• Instalações elétricas, telefonia, lógica e SPDA
• Controle de acesso, câmeras e alarme
• Subestação, com grupo gerador e UPS
• Ventilação, exaustão, tratamento e condicionamento de ar

Projeto Executivo

Os Projetos Executivos se destinam a fornecer os elementos para a construção e montagem de uma planta.
O conjunto de informações necessárias e suficientes para a elaboração de um projeto executivo são aquelas que comumente são definidas como projeto básico, que, como visto, representa uma etapa prévia do desenvolvimento do projeto detalhado, em que se consolidam as condições técnico-econômicas e operacionais do projeto e se estabelecem os requisitos básicos para cada integrante do empreendimento. Engenharia de Detalhamento é a etapa subseqüente à Engenharia Básica, onde se detalharão todos os parâmetros de engenharia de laboratório como:

• Arquitetura, paisagismo e mobiliário
• Instalações hidráulicas e sanitárias
• Sistema de tratamento de efluentes
• Instalações de utilidades (Gases, ar, águas, etc.)
• Instalações elétricas, telefonia, lógica e SPDA
• Ventilação, exaustão, tratamento e condicionamento de ar; entre outros
• Elaboração da Planilha de Quantitativos e Valores para Implantação

Desta forma, permitirá a compra dos materiais e componentes complementares, tais como tubulações, válvulas, instrumentos, projeto elétrico, automação industrial, etc. O detalhamento do projeto será a fase definitiva para a implantação física do laboratório, permitindo fornecer, fabricar, comprar, construir, montar e por em marcha (“Start up”) a instalação projetada. Ele facilita muito o entendimento e a montagem do projeto, bem como a aquisição e utilização adequada dos materiais especificados.